The Midnight Flower

Por Laila Flower

Algumas coisas nos últimos tempos tem me feito repensar sobre a condição do Cristianismo. A idéia original, formada nas palavras que Jesus pregava, não se assemelha em muito com aquilo que vemos hoje em muitas das ditas "igrejas" e, por isso, passa às pessoas uma idéia totalmente contrária daquilo que de fato deveria ser feito.

Hoje pela manhã tive a notícia que a revista Época havia publicado uma excelente matéria sobre os "novos evangélicos", pessoas que acham inclusive que é necessário uma nova Reforma Protestante. Li um trecho da matéria, disponibilizada na internet pela revista, e em muito ela me agradou. Algumas coisas contra os quais sempre lutei, minha irresignação contra falsas teologias...estava lá!

É interessante, na minha opinião, que as pessoas comecem a prestar atenção de que "evangélico" não é uma massa toda igual, com os mesmos pensamentos alheios ao que acontece e um forte preconceito.

Não culpo as pessoas de rotularem qualquer um que se apresenta como evangélico. Eu mesma, para evitar a primeira impressão ruim, digo que sou "cristã" ou "protestante", explicando posteriormente no que se baseia a minha fé. Existem vários canais que passam a dita programação "evangélica", com cultos focados no "ter", na prosperidade e nos tesouros que a traça come e a ferrugem destrói - uma verdadeira propaganda contra o real cristianismo.

É dificil convencer alguém de ler os evangelhos, ver a origem deste movimento de fé e amor cujos seguidores foram chamados do CRISTÃOS e falar sobre um estilo de vida revolucionário baseado na Bíblia. O que as pessoas vêem são "evangélicos" chatos, cheios de dogmas infundados, com kilos de preconceito e gramas de amor. O que é exposto não é bom, devemos admitir.

Contudo é bom lembrar e relembrar que o CRISTIANISMO é muito maior que isto. Ser cristão é ter fé em um Deus justo, de amor, que amou tanto este mundo que mandou seu único filho para todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna (João 3:16). Viver querendo estar junto deste Deus, buscar Sua orientação, estar perto Dele...é agradável e leve...Ele me ama demais!!!

Como diria a velha propaganda "Recuse imitações!". Não caia na armadilha de criar um conceito, formando um preconceito, de quem é evangélico - e evangélico mesmo, que segue o Evangelho - só porque o MUNDO está cheio de gente que vive uma vida religiosa.

1 comentários:

Concordo plenamente. Se você fala em evangélico, as pessoas já pensam em uma mulher de saia, cabelo enorme e com uma bíblia embaixo do braço, atacando todas as pessoas e dizendo que elas são pecadoras e não merecem o amor de Deus.
O caso é que existem evangélicos E EVANGÉLICOS, como o próprio título do post diz.