The Midnight Flower

Por Laila Flower


Incompreendida (parte 1)


"Se você está à procura de uma religião que o deixe confortável, definitivamente não lhe aconselharia o cristianismo" C. S. Lewis

Que conselho maravilhoso. Cristianismo também poderia significar algo como "extremamente incompreendido pelas pessoas - perdoado por Deus".

Ontem fui acusada por uma colega de ser preconceituosa por ser crente. Tudo isso porque discutíamos se deve ser permitida a adoção por homossexuais. Minha posição é clara: me preocupo com a criança que, na adolescência, pode sofrer muito com o preconceito dos outros. Não sei exatamente se a criança seria completamente beneficiada com a adoção. No mais, todos sabem que tenho amigos homossexuais e que faço questão de mostrar o amor de Deus. Não vou olhar para eles e gritar "PECADOR!", afinal, o que eu aprendi foi que isso afasta as pessoas - não fizeram comigo e eu não farei com ninguém.

Mas ao mesmo tempo, ela, preconceituosa, me aponta e diz que eu sou assim porque sou crente.

Nesse momento é que eu coloco a mão na cabeça e vejo o tamanho do peso que a palavra "crente" tem hoje em dia. Não há boa fama para crente - sempre há algo errado. A primeira coisa que eu ouço quando não estou bem, feliz ou fazendo a coisa certa é "mas tu não é crente?". E isso dos meus pais que, ao invés de perceber toda as boas coisas que faço, reparam apenas nos pontos ruins.

Se o leitor que chegou neste ponto não é crente, faço uma boa ressalva: não sou perfeita, nem um crente é, não espere que qualquer crente seja perfeito, porque Jesus aind anão aperfeiçoou ninguém. Então, queridos, compreendam que erramos, é verdade - não coloque no crente a responsabilidade de acertar SEMPRE.

Dizer que é crente hoje em dia já faz com que a pessoa faça milhares de pressuposições sobre a pessoa que assim se denomina. E infelizmente temos um monte de exemplos ruins que nos "dão uma mãosinha" - no sentido mais ironico possível. Por isso eu costumo me auto-denominar PROTESTANTE, gosto do termo.

Por isso quero esclarece-los todos que, por algum motivo chegaram aqui: CRENTE TAMBÉM É GENTE!

2 comentários:

Escrevi uma vez que eu não teria problemas em ser incompreendido ou odiado por causa do Evangelho, do cristianismo genuíno, da mensagem de Jesus. Não ligo quando me taxam de retrógrado ou preconceituoso nessas questões morais como a que você mencionou. Meu problema é quando sou rotulado como ignorante, intolerante ou desonesto por causa da postura de uma quantidade incômoda de líderes evangélicos que realmente envergonham o nome de Cristo. Infelizmente, isso é cada vez mais frequente.

Amei Sha. E lembrei que tenho que filmar um depoimento contigo justamente sobre isso. Semana que vem passo ai sem falta guria melancia!